Crescer não parece coisa fácil para uma criança! Principalmente uma criança que, segundo as pesquisas, está na fase da puberdade, ou pré-adolescência. Outras pesquisas já apontam a idade a partir de 10 anos já como adolescente.

Não! Recuso-me a olhar para nossa Maricotinha como uma adolescente. *risos

Não ela que ainda brinca no chão, coloca as bonecas para dormir enroladas em fraldas e faz manhas, birras e chora como criança.

naoparecefacilcrescer1

Sei, ela está crescendo e independente do que as pesquisas apontam como início de determinadas fases, ela ainda é uma criança e ao mesmo tempo vemos aflorada a fase em que as emoções estão se alterando a cada dia.

Crescer não parece coisa fácil para Maria que muitas vezes chora por pouca coisa, ou se irrita com facilidade e tem uma boa resposta (nem tão boa assim) na ponta da língua, que vê sua cabecinha confundida com algumas transformações que inevitavelmente vem chegando.

Nossa Senhorinha ainda precisa ser colocada para dormir com insistência, quando ouve vários pedidos firmes para que desligue a TV, mas quer ficar acordada porque se acha mais velha. Maria ainda brinca no chão e espalha seus brinquedos ainda pelos cantos e precisa ouvir as repetidas solicitações do papai e mamãe para que guarde tudo e não deixe para outro dia. Conhece cada canto das ruas por onde sempre passamos, mas precisa que ande lado a lado com ela e lhe segure as mãos para atravessar a rua. Maria está pesada, mas muitas vezes, adora que lhe pegue no colo para ser levada ao banheiro de manhã.

naoparecefacilcrescer5

E para nós? Também não!

Muitas vezes não parece fácil lidar com as intempestivas reações que vão desde o choro até o azedume de uma resposta. Embora provoque orgulho, não parece fácil vê-la passar de “Cinderelas e Brancas de Neve” para Monteiro Lobato, de Monteiro Lobato para Harry Potter…  Não parece fácil ver que o apego da pequena infância, vai dando lugar à independência e quereres que já não são os mesmos de antes…

Crescer não parece mesmo coisa fácil. Nem para a cabeça de um filho que a sente constantemente bagunçada, nem para a cabeça de um pai e mãe também. Especialmente para a  de uma mãe que é sempre mais nostálgica, mais apegada, mais sensível em suas emoções.

naoparecefacilcrescer4

Crescer não parece fácil e precisamos ter a sensibilidade de frear também nossas emoções para que Maria consiga lidar com as dela de forma mais tranquila. Lembrar que as fases vêm chegando, cada vez mais fortes e que nem nós nem ela temos o poder de mudar tudo isso. Que é preciso ter um olhar calmo, sensato e cheio de sabedoria para que tudo saia bem no final e se não sair, lembrar que fazem parte as mudanças e que daqui alguns minutos tudo será diferente.

Crescer não parece coisa fácil não é Maria?

Mas a mamãe sabe que sua essência é a mesma. Aquela essência de ter apego aos seus livrinhos infantis, de solicitar que seu pai e sua mãe brinquem com você, de chorar, brigar, se irritar e vir com um bilhete de Eu te Amo e um desenho carinhoso como pedido de desculpas.

Crescer não parece coisa fácil não é mamãe?

Mas você sabe que é maravilhoso! Que é vida, é desenvolvimento, é amor que precisa ser renovado, remodelado de um lado e do outro. É conhecimento de outros quereres, do íntimo do coração de cada um.

Pode crescer minha filha. Vamos treinando, aprendendo, errando, acertando e deixando nossas marcas de amor e muito aprendizado nesse crescimento!

Estou aqui!

naoparecefacilcrescer3

*Azedume me lembrou o pai, que vira e mexe observava em voz alta: – Está azeda heim minha filha?

Eu também já tive minhas fases! :)