No Reino de Ireti, na pequena aldeia Adimó, nasceu uma linda menina de pele negra como a noite e brilhante como as estrelas. Seu nascimento foi comemorado com muita festa…. ameninaakili.2

Numa linda noite de luar, seu pai Õrun, apresentou-a ao “Senhor da Vida e de Tudo que Há, dando-lhe o nome de Akili: Brilhante e Inteligente!

A aldeia era um lugar sagrado, cheio de alegria, partilhas e respeito. Ali, Akili e os irmãos brincavam e aprendiam sobre seu povo com as histórias que seus avós contavam.

Quando Akili já estava crescidinha, ganhou um enorme tambor de seu irmão Alamojú…  Seu tambor que era falante, se chamava Alafiá, que significa, o que canta a felicidade. Era assim que Akili se sentia cada vez que ele tocava: feliz!!!

AMeninaAkili7

Mas um dia, Alafiá soltou um ronco, Akili se assustou e ficou quietinha e protegida dentro dele e seu tambor  dormiu por três noites seguidas acordando assustado com a aldeia muito estranha. Todos se recolheram cedo. Algo ruim parecia se aproximar…

Akili também adormeceu por muitas luas até Alafiá tocar novamente e a despertar…  O que de fato teria acontecido? Talvez um grande dilúvio, daqueles que nos inundam com sentimentos ruins e não são nada bons pra tudo e todos ao nosso redor. Vó Binda sempre dizia que o segredo era ter bondade nos corações….

Mas a pequena princesa Akili precisava saber que existiam lugares e pessoas que não carregam tanto amor e nem tanta felicidade… Era preciso aprender a ser forte, enfrentar os desafios, conhecer outros mundos e não ter medo….

Akili chorou e queria que o mundo conhecesse a sua aldeia onde tudo era alegria e respeito. Mas não era possível então decidiu levar história para todos os cantos do planeta.

AMeninaAkili8

Assim a princesa acordou e parecia ter vivido tanta coisa!  Aquele sentimento permaneceu em Akili, que agradeceu “Ao Senhor da Vida e de Tudo Há” e pediu para nunca perder seus olhos de criança e assim, pudesse sempre praticar a bondade.

Akili estava feliz e agradecida por viver naquela aldeia, por poder espalhar sua história a outros mundos e por ter seu grande amigo Alafiá junto dela.

AMeninaAkili11

Livro: A Menina Akili e Seu Tambor Falante
Autora: Verônica Bonfim
Ilustrador: Luciano Lima
Editora: Nandyala

Mamãe e Maria conheceram A Menina Akili, no evento de batizado e troca de cordas da capoeira, nesta sábado que passou. Conhecemos a “Menina” Verônica também, que como Akili parece querer sempre transmitir aos quatro cantos do mundo sua alegria contagiante, sua energia, seu sorriso e olhos sempre atentos e espertos a todos ao seu redor.

VêronicaBonfimeMaria

Vêronica Bonfim, é atriz, cantora e autora desse livro cheio de amor que tivemos a honra de trazer pra casa autografado e com um grande e festivo abraço dessa menina cheia de luz e alegria! :)

Aqui você pode conhecer o trabalho da autora de Akili Verônica Bonfim.

AMeninaAkili3